Tenha sua obra sob controle em 3 passos

Weber - produtos quartzolit

Todo o esforço ao economizar dinheiro para a tão esperada reforma do apartamento pode ser desperdiçado se você não souber controlar os custos da obra, perdendo recursos financeiros, tempo, e se estressando desnecessariamente.

Por isso, o primeiro passo para garantir que tudo ocorra bem durante cada etapa da reforma é desenvolver um projeto claro e objetivo, pensando em qual será o tempo da obra, os gastos e os materiais utilizados, além de decidir como será a nova decoração.

Leia nossas dicas de projeto e baixe a planilha de orçamento de obra que preparamos!

1. Elabore um projeto simples e objetivo.

​​​​​​Saiba todas as medidas e informações do imóvel ou ambiente, e o tipo de reforma desejada. O projeto da sua obra indicará quais os orçamentos a serem solicitados e para quais prestadores de serviços. Você mesmo poderá identificar esses pontos no caso de um projeto pequeno como uma reforma da bancada do banheiro por exemplo, que basta saber a medida da nova bancada e solicitar orçamento apenas para a marmoraria. No caso de uma obra mais complexa, que você irá definir posição dos móveis, posição de pontos de tomada, de água, uma iluminação adequada, além dos acabamentos, cores, e por aí vai, é ideal contar com a ajuda de um arquiteto ou designer de interiores que irá otimizar todas essa informações para você, com uma solução de espaço eficiente e com resultado estético que trará toda satisfação ao final da obra. E mais, esses profissionais já apresentam o cronograma da obra e previsão de gastos.

2. Monte duas planilhas de controle: de execução da obra e financeira

Monte um cronograma simples da obra considerando as datas de entrega, montagem e conclusão de cada etapa. Essas definições devem ser combinadas com cada fornecedor de material e mão de obra para que funcione. Questione as disponibilidades de cada um e organize de maneira que você possa acompanhar e cobrar o que foi acordado.

Já a planilha financeira servirá para controlar os pagamentos dos materiais e dos prestadores de serviços (a mão de obra). O cronograma e controle de entrada e saída de cada um na obra, te dará mais condições de negociar o pagamento. Importante! não esqueça de considerar a remoção de entulho da obra. Isso gera custo tanto de mão de obra quanto de material e às vezes locação de caçamba.

3. Saiba como lidar com imprevistos e gastos adicionais

Imprevistos em obra são sempre comuns, mesmo com muito planejamento, então imagine sem nenhum! Por isso é importante considerar tanto na planilha de custos, como no cronograma da obra, uma margem para lidar com imprevistos. Considere de 10 a 20% a mais para cobertura de gastos extras, e até 1 mês a mais do que o previsto para o término da obra. Dessa maneira você evita muitas expectativas e frustrações.

Importante!

Lembre-se de tudo o que você desejar realizar na obra irá impactar em custo e prazo, sempre! Se o pedido ocorrer durante a obra então, pode ser ainda mais caro e mais demorado do que se houvesse sido solicitado na etapa de planejamento. Por isso, evite “espremer” prazos e valores, e aposte em combinar tudo antes e faça o controle do que foi combinado. Dessa forma a obra ficará mais prazerosa e econômica para todos.

Com todos esses cuidados sua reforma será um sucesso, e você não terá problemas com falta de dinheiro e tempo além do desejado. Veja alguns modelos de planilhas clicando aqui.

Conte-nos o que você está pensando em reformar e como planejou a obra! Adoramos novas dicas