Argamassa: tudo o que você precisa saber sobre esse material

Weber - produtos quartzolit

A escolha da argamassa ideal para cada etapa da sua obra é uma das decisões mais importantes durante a reforma. Por isso, é preciso conhecer as diversas opções disponíveis no mercado e entender qual a finalidade de cada uma, garantindo um assentamento resistente e bem acabado.

O que é argamassa?

Composta basicamente por uma mistura de cimento, cal hidratada e areia natural, a argamassa também pode levar outros elementos e aditivos que as tornam mais aderentes e resistentes, de acordo com o seu uso. É indicada para rejuntamento de pisos, azulejos e pastilhas, assentamento de tijolos e blocos, e para acabamento de superfícies. 

Piso sobre piso

A argamassa piso sobre piso quartzolit tem aditivos específicos que intensificam sua propriedade de colagem, pois precisa aderir a uma superfície cerâmica ou esmaltada sem ceras ou impermeabilizantes para fixar o novo piso em cima do antigo.

Argamassa para porcelanato

É importante investir em uma argamassa própria para a colocação desse tipo de revestimento, uma vez que sua absorção de água é bastante baixa. O que acontece é que, quando um piso é assentado, ele absorve parte da umidade da argamassa, e isso permite a colagem no contrapiso. 

Se você usar uma argamassa comum para o porcelanato, ele não absorverá a umidade e ficará solto!
 

Pastilhas

A argamassa para colocação de pastilhas é bem mais fina do que as outras. Pode ser encontrada em branco ou em outras cores, e nas opções argamassa externa e interna.  É indicada para assentar o revestimento e também para a finalização, ou seja, para fazer o rejuntamento. Ela é o tipo de produto “dois em um”.

Blocos de vidro

Para assentar esse tipo de material de forma segura e com acabamento impecável, é necessário escolher uma argamassa específica. Ela deve ser impermeável, ter alta aderência e flexibilidade.

A argamassa bloco de vidro quartzolit, por exemplo, serve para o assentamento de blocos de vidro de qualquer formato, tanto em ambientes internos quanto externos.

Rejuntes

Os rejuntes quartzolit são um tópico à parte: dependendo do revestimento usado para compor o ambiente, será necessário escolher um tipo específico de rejunte.

Há o rejunte cerâmico, que é mais flexível e bastante indicado para quase todos os tipos de revestimento, e o rejunte para porcelanatos, com acabamento superfino. Já os rejuntes para áreas molhadas têm maior propriedade de impermeabilização e alta resistência, e os rejuntes acrílicos são indicados para áreas de passagem intensas.
 

Investir nos materiais certos deixa o acabamento do seu lar mais bonito e poupa futuras dores de cabeça com pisos e azulejos que quebram ou descolam. Se você ainda tem alguma dúvida sobre os diferentes tipos de argamassa disponíveis no mercado, conheça o nosso guia de argamassas colantes e consulte sempre que precisar!