Como executar juntas de movimentação e estruturais com praticidade

Problemas e questões comuns que você pode enfrentar

Thumbnail

Juntas de movimentação

As construções, de maneira geral, sofrem muito com variações de temperatura e também com as sobrecargas. Consequentemente, o revestimento também está submetido a tensões chamadas de “movimentação”. Para absorver essas tensões, há a necessidade de se prever em juntas, como por exemplo, a junta de movimentação.

Como resolver

  1. As juntas de movimentação e estruturais devem seguir as proporções de largura e profundidade, conforme necessidade.

  2. As juntas devem estar secas, íntegras e isentas de materiais soltos. Use um disco abrasivo, lixa ou escova de aço para remover os materiais aderidos nas bordas internas das juntas.

  3. Remova os resíduos com escova ou por aspiração.

  4. Proteja as bordas superiores das juntas com fita adesiva.

  5. Posicione o corpo de apoio para delimitar a profundidade da junta.

  6. Corte o bico injetor da embalagem de acordo com a abertura da junta.

  7. Rompa o lacre e encaixe a bisnaga no aplicador universal.

  8. Aplique do fundo para a borda da junta, assegurando o total preenchimento da junta e o completo contato com as bordas.

  9. Faça o acabamento superficial com uma espátula.

  10. Imediatamente após a finalização da aplicação, remova as fitas de proteção.
    Secagem ao toque: 1 a 2 h;
    Cura total: 24 h.